BIENALSUR apresentou sua cartografia 2019 na ARCOmadrid

01/03/19

A feira de arte contemporânea ARCOmadrid foi o cenário para a apresentação oficial da cartografia BIENALSUR 2019, um livreto que inclui todos os artistas, curadores, locais e cidades que farão parte da nova edição do maior evento cultural realizado na Argentina para o mundo.

O encontro reuniu Marta Gili (ex-diretora do Jeu de Paume em Paris), Aníbal Jozami (diretor geral da BIENALSUR e reitor da Universidade Nacional de Três de Fevereiro, UNTREF), José Carlos Mariátegui (cientista, escritor e curador peruano), Christian Boltanski (artista francês) e Diana Wechsler (diretora artístico-acadêmica da BIENALSUR), com a coordenação da curadora espanhola Estrella de Diego.

O encontro foi na sala Fundação ARCO, no Pavilhão 9 do prédio Ifema da capital espanhola, onde os palestrantes se referiram à BIENALSUR 2019, uma constelação de mais de 150 exposições em múltiplas cidades de vinte países e com artistas de todo o mundo. , cuja segunda edição ocorrerá de junho a novembro.

A Bienal Internacional de Arte Contemporânea da América do Sul apresenta um formato atípico e seu território é o mundo inteiro: constrói uma nova geografia, não baseada em fronteiras territoriais, mas em uma comunidade solidária global e multicultural, daí a importância dessa cartografia única e particular.

De maneira simbólica e para conectar todas as suas sedes, a BIENALSUR decidiu designar como quilômetro zero o Antigo Hotel dos Imigrantes, no porto de Buenos Aires, sede do Muntref, Centro de Arte Contemporânea e emblema do lugar que no início do século XX recebeu com braços abertos aos cidadãos de todo o mundo.

A cidade de Madri foi então palco da apresentação da segunda edição da Bienal, cuja premissa é vibrar ao ritmo das criações contemporâneas e promover o acesso do público em geral às mais diferentes manifestações artísticas, com exposições livres nas mais diversas latitudes. 

Nesse sentido, o país ibérico também integrará um dos pontos importantes na cartografia da bienal, já que o Museu Nacional de Arte Reina Sofía, em Madri, apresentará como parte da BIENALSUR a exposição "Indo, lendo, dando lugar", do artista espanhol Rogelio López Cuenca.

Além disso, na ilha de Palma de Maiorca, na Fundació Es Baluard Museu d'Art Modern i Contemporani de Palma, será exibida uma exposição coletiva com obras dos artistas espanhóis Irene de Andrés, Francisco Ruiz de Infante, e Bernardí Roig, do uruguaio Marcelo Viquez e outros.

Em sua primeira edição, em 2017, a BIENALSUR reuniu cerca de 400 artistas em 32 cidades de 16 países simultaneamente, através de exposições distribuídas em 84 sedes entre museus, centros culturais e espaços públicos emblemáticos, todos com entrada livre.

Passaporte:

Km: 10045

Cidade : Madrid

España

De 01/03/2019

A 01/03/2019